O Braço Forte dos Trabalhadores

Na manhã desta terça-feira (01/08) presidente de cinco federações de trabalhadores estiveram reunidos em Itapema (SC) para uma reunião de planejamento estratégico com diretores da Nova Central Sindical de Trabalhadores de Santa Catarina (NCST-SC), Izaías Otaviano. Na pauta das discussões estavam os direitos e interesses de mais de 700 mil trabalhadores catarinenses representados pelas federações.

A reunião foi proposta após a recente filiação da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Santa Catarina (FETIESC) à Nova Central, em junho passado, e serviu para estreitar os laços e definir algumas diretrizes para o movimento sindical catarinense.

Na oportunidade Otaviano destacou a importância da reunião das entidades sindicais laborais que agora se fortalecem com a chegada da FETIESC à NCST-SC. Segundo ele, os presidentes das federações associadas sempre são ouvidos para a tomada de decisões e esta reunião serviu para se definir um planejamento e traçar os encaminhamentos da entidade pelos próximos meses a fim de que a NCST-SC se transforme na maior e melhor central sindical do Estado. “A chegada da FETIESC nos trouxe um novo gás e ficamos muito mais fortes”, resumiu. 

Já o anfitrião do evento, o presidente da FETIESC, Idemar Antonio Martini aproveitou o momento para colocar toda a equipe e estrutura da federação à disposição do fortalecimento da NCST-SC de modo que se possa garantir a consolidação dos direitos da classe trabalhadora. Martini também lembrou do protagonismo que a FETIESC adquiriu nos últimos tempos ao ter conduzido os trabalhos do Fórum Sindical Ampliado, o qual agregou mais de 900 entidades sindicais laborais do Brasil em torno de uma proposta de contrarreforma trabalhista. “Sou sabedor que todo o avanço tem resistência, mas temos que nos manter unidos para que possamos fortalecer esse movimento histórico de defesa dos trabalhadores e das trabalhadoras do nosso país”, acrescentou.

Por seu turno, o presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e Mobiliário de Santa Catarina (FETICOM), Altamiro Perdoná, reconheceu a importância da reunião pela sua representatividade e pela união das federações em torno da NCST-SC que resistem às investidas de diferentes forças que tentam desmontar a pirâmide do movimento sindical destruindo as confederações e federações. “Mesmo neste momento acanhado e de destruição temos o comando para chamar a classe trabalhadora na hora certa para reivindicar pelos seus direitos”, apontou.

Por sua vez, o presidente da Federação dos Mineiros dos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul (FITIEC), Genoir José dos Santos, destacou a necessidade de se fortalecer a NCST-SC na representatividade. Ele também lembrou que após a reforma trabalhista de 2017 a entidade ficou esfacelada, sua estrutura foi sendo esvaziada e as ações paralisadas, “Inclusive perdemos nossas lideranças, mas  agora é o recomeço e estamos aqui para somar nossos esforços”, assinalou. A mesma ideia foi ratificada pelo presidente da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Santa Catarina (FETRAMESC), Orlando Joares Filho, o qual demonstrou ser possível fazer com que a NCST-SC se torne na maior do Estado, bem como “a maior central dentro da Nova Central”.

Oportunamente o Secretário Geral da FETIESC, Ednaldo Pedro Antonio destacou a necessidade de a NCST-SC politizar os dirigente sindicais para se ter um efeito positivo nas bases de trabalhadores, os quais também devem ser preparados para ocuparem os espaços de modo que os interesses da classe trabalhadora sejam consideradas. 

Por fim, o professor Sabino Bussanello, conduziu os trabalhos do planejamento estratégico, por meio do qual os dirigentes da NCST-SC estabeleceram as diretrizes para a atuação da entidade de modo a vencer os desafios impostos pela conjuntura política e estrutural do capitalismo no país. Dentre as principais atividades estabelecidas destacam-se a qualificação das lideranças sindicais e a inserção de representantes da classe trabalhadora nas eleições municipais do próximo ano. 

Também participaram do encontro o presidente da Federação dos Trabalhadores Gráficos de Santa Catarina (FETIGESC), Moacir Effting; o presidente da Federação dos Trabalhadores em Turismo, Hospitalidade e de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares no Estado de Santa Catarina (FETRATUH), Onésio Schneider; e o presidente do Sindicato dos Mineiros de Siderópolis, Cocal do Sul e Treviso, Leonor José Rampinelli.

Fonte: Imprensa FETIESC

Enable Notifications OK Não Obrigado